quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Ordenação Iniciática do Mestre de Iniciação do 6º Grau Araritan



Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 600

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Ordenação Iniciática da Mestra de Iniciação do 6º Grau Aracyara



Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 599

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Ordenação Sacerdotal do Mestre de Iniciação do 7º Grau Tashirenanda

Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 598

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Toque no Ile-Oka recebe visita do índio Bainawa

Na publicação de hoje gostaríamos de apresentar um pequeno vídeo que retrata a visita do índio Bainawa ao nosso Candomblé de Caboclo (Ile-Oka 7 Estradas) acompanhado de um pequeno texto de nosso filho de santo Yabauara.

“Foi com imensa alegria que vi e vivi um encontro mágico-religioso e, porque não, social e cultural, de um autêntico indígena com o axé de meu Babá. O índio Bainawa antes de conhecer o toque de Candomblé de Caboclo passou por alguns rituais privados sob os auspícios de Pai Rivas aprendendo e vivenciando algumas importantes linguagens das religiões afro-brasileiras, notadamente a cura, a pajelança e as encantarias várias.
O encontro de caboclos, ou seja, do índio Bainawa com o Caboclo 7 Estradas foi emocionante. Algo difícil de ser traduzido por palavras, mas certamente fácil de ser compreendido como paradigmático. Pai Rivas demonstrou mais uma vez que seu Axé respeita e vive a diversidade. Vive, porque seus fundamentos dialogam com as várias Escolas das Religiões Afro-brasileiras. Vários de seus sacerdotes, Mães e Pais de santo umbandistas, Babalorixás do candomblé e até mesmo ameríndios da Pajelança se encantam com o que vêem e sentem ao pisar nos ilês de nosso Babá.  
Com o índio Bainawa não foi diferente. Ele pediu a palavra e, em público, afirmou como estava feliz por ter conhecido Pai Rivas e os ancestrais, os Mestres, o Caboclo. Queria, observem bem caros leitores, levar o Babá para sua terra por reconhecer nele um grande pajé, sendo mais específico ao segundo encontro dos pajés da região da Amazônia. Tendo em Pai Rivas um pajé que manifesta o ancestral (transe).
Sua língua é diferente da nossa. Nossa língua corrente e do santo é diferente da dele. Isso não importa para a magia, o fundamento. Por meio da força mágico-religiosa as tradições se unem, se fortalecem. Basta um sacerdote capacitado para tal. Tenho a felicidade de conhecer e ser filho de um. Celebremos a aliança, a força das nações. Axé Babá Mi!”



Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 597

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Caboclo 7 Estradas - Encantado do Candomblé de Caboclo



Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 596

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Ordenação Sacerdotal do Mestre de Iniciação do 7º Grau Ygbere

Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 595

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Assimetria do Sagrado nas Religiões Afro-Brasileiras

Nas últimas postagens, enfatizamos aspectos importantes para a sociedade a partir de elementos fundamentais das religiões afro-brasileiras. Temas polêmicos e que, ao mesmo tempo, precisam ser  discutidos como é o caso do sacrifício animal. Também demos realce a doenças sociais como misoginia, racismo, etnocentrismo (elitismo), hierarquização cultural e social, todas geradoras de desigualdades graves. Assimetria do Sagrado nas Religiões Afro-brasileiras oferece novos ângulos sobre esses e outros temas. Axé!



Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 594

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Candomblé de Caboclo e seus Encantados



Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 593

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Religiões Afro-Brasileiras: Sacrifício vegetal é natural?

Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 592

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Religiões Afro-Brasileiras: Sacrifício animal é natural?



Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 591

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Medicina Afro-brasileira e "doenças" sociais



Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 590