segunda-feira, 28 de julho de 2014

Religiões Afro-Brasileiras - Visão atualizada da Tradição de Jurema

Neste vídeo, pretendemos apresentar de uma maneira clara e transparente as diferentes posições sobre determinadas questões que se referem ao culto da Jurema, aos Mestres e encantados. Como muitas pessoas sabem, antes de minha vinculação com a umbanda esotérica, estive ligado por anos ao ritual jeje-nago e também às encantarias. Desde a infância tive contato, olhei, vi e vivenciei esse grande universo. Hoje, como sucessor de W.W.da Matta e Silva, procuro rever e apresentar minha maneira de ressignificar alguns pontos que a mim são muito caros. A própria ideação, concretização e continuidade do Projeto da Faculdade de Teologia com ênfase em Religiões Afro-brasileiras só possui tamanho êxito graças ao olhar equânime a todas as escolas afro-brasileiras. Assim, esperamos que o vídeo possa auxiliar a esclarecer alguns desvios e preconceitos que são firmados sob nossa pessoa, na tentativa de enquadrar e tornar estática uma escola afro-brasileira, no caso, a umbanda esotérica. Como apontamos em publicações anteriores, temos a estrutura e a dinâmica religiosa. Na estrutura, os fundamentos são realizados, praticados e, felizmente, sofrem abalos positivos em função da dinamicidade, da transformação. Então, demonstramos no vídeo esse processo para firmar nossa posição de respeito e de total vivência dos fundamentos da encantaria, vide nossos trabalhos no Ile-Oka, em Itanhaém.
Axé!


Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”

Publicação 530

Nenhum comentário:

Postar um comentário