segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Mais uma vitória para o campo teológico afro-brasileiro!

Ontem tivemos, em Itanhém, o Orô Axé Exu fechando nosso ciclo ritual, celebrando a vida e compartilhando axé com nossa e outras comunidades de santo. Imbuídos da alegria e das vibrações positivas recebidas no ritual, recebemos, hoje, a notícia alvissareira de que uma de nossas filhas-de-santo foi aprovada, em primeiro lugar, para ingressar no doutorado acadêmico em Ciências Humanas e Sociais na Universidade Federal do ABC.
A notícia ganha relevância por alguns elementos. Primeiramente, ela vem se juntar com tantas outras notícias e realizações que temos publicizado em nosso blog de nossa comunidade de santo. É sempre motivo de regozijo quando nossos filhos espirituais realizam suas conquistas. Como sempre mencionamos, a vitória de um é um grande acréscimo para o axé coletivo da casa, em vários âmbitos. Muitos acadêmicos falam sobre família-de-santo, mas, é apenas na vivência ritual, no contato constante no terreiro que aprendemos a ver nas vitórias alheias, nossas próprias vitórias.
Em segundo lugar, destaco que o ingresso de nossa filha Yacyrê, Érica Jorge, ganha uma significância particular, pois trata-se da primeira teóloga com ênfase nas Religiões Afro-brasileiras em um doutorado acadêmico. Nossa filha dará prosseguimento aos seus estudos afro-brasileiros com uma abordagem interdisciplinar que atrela teologia afro-brasileira e antropologia da religião. Essa é uma vitória que ultrapassou os limites de nossa comunidade de santo, representando um avanço para o povo de santo e para a própria consolidação do campo teológico afro-brasileiro. Este foi um exemplo fidedigno de que a formação teológica afro-brasileira (FTU) é de qualidade e incentiva seus graduandos a darem prosseguimento à pesquisa, um dos pilares da instituição. E, prosseguir na pesquisa não significa o acúmulo de titulações. Significa, antes, uma conquista política educacional já que os teólogos da FTU estão sendo, devidamente, reconhecidos por seu trabalho e dedicação.
Assim, essa notícia chega em boa hora, com os auspícios de Exu, senhores do constante movimento. Desejamos a nossa filha-de-santo caminhos abertos em sua jornada acadêmica que sabemos ser, antes de tudo, uma jornada espiritual. E que novos teólogos e teólogas com ênfase nas Religiões Afro-brasileiras aventurem-se nessa seara e em tantas outros que o campo profissional possibilita.
Ibaxé a minha filha Yacyrê, Érica Jorge, por esta e tantas outras conquistas que virão. Nanã Bori ô!

Axé!

Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 418

Um comentário:

  1. A nossa religião tem que ser mais difundida para que possamos ser reconhecida. Parabéns Eric a por essa grande vitória sua e de todos irmãos.

    ResponderExcluir