segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Nova reimpressão de Escolas das Religiões Afro-brasileiras – Tradição Oral e Diversidade!

Escolas das Religiões Afro-brasileiras – Tradição Oral e Diversidade foi a última obra que escrevemos. A motivação para a escrita dessa obra deveu-se à nossa experiência como sacerdote há mais de 45 anos e, recentemente, na última década com as experiências acadêmicas, principalmente, a partir da fundação e consolidação da Faculdade de Teologia com ênfase nas Religiões Afro-brasileiras.
Ao longo de muitos anos convivemos com diversas tradições religiosas afro-brasileiras, mantivemos contato com personagens espirituais e históricos (orixás, ancestrais, Mestres, pais e mães-de-santo, filhos(as)-de-santo) que nos proporcionaram muitas vivências e, consequentemente, muita felicidade. Viver as várias tradições foi reviver a própria história da formação do povo brasileiro e sua religiosidade. Mais tarde quando idealizamos e consolidamos o Projeto FTU foi, justamente, com a intenção de dar voz às múltiplas vozes existentes nas religiões afro-brasileiras. A realização da FTU vem recuperar o senso de pertencimento, identidade dessas tradições (juntamente com a vida religiosa que cada Escola vivencia) e, serve como um instrumento legítimo de contato com a sociedade civil, por meio da educação.
O livro Escolas das Religiões Afro-brasileiras – Tradição Oral e Diversidade é prova de nosso trabalho de anos e uma tentativa de ofertar uma literatura condizente com o atual momento deste campo religioso: o da pluralidade efetiva, não só discursiva.
A obra, que foi lançada em 2012 no Simpósio Internacional da Associação Brasileira de História das Religiões na Universidade Federal do Maranhão – ABHR/UFMA, recebeu grande aceite da comunidade religiosa e acadêmica. A edição foi esgotada e, agora, teráreimpressão. A publicação, editada novamente pela Arché Editora, será lançada no I Simpósio Internacional da ABHR, na Universidade de São Paulo entre 29 e 31 de outubro.
A obra contou com a honrosa participação na 4ª capa do Prof. Dr. Reginaldo Prandi, amigo e grande estudioso das religiões afro-brasileiras. Prandi, como é conhecido, destaca a importância do conceito de Escolas Afro-brasileiras e da atuação da FTU no intuito de promover a autonomia dessas tradições religiosas. Além disso, demonstra a importância do olhar “desde dentro” já que grande parte dos que falaram e teorizaram sobre as religiões afro-brasileiras eram, na verdade, acadêmicos que pouco conheciam do modus de vida das casas de santo.
Apresentamos abaixo a capa e 4ª capa da obra e convidamos, desde já, todos os colegas para participarem do lançamento desta e de tantas outras no Simpósio da ABHR na USP Para conhecimento sobre a obra, sugerimos acessar o facebook da Arché Editora
Que a diversidade seja um caminho mais que possível, um caminho realizável em nossas práticas rituais e sociais!

Axé!


Obs: Clique na foto para ampliar

Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 397

Um comentário:

  1. Excelente. Como faço para adquirir o livro? Sou cientista social e omorisá de Songò. Atenciosamente.

    ResponderExcluir