sábado, 22 de junho de 2013

MANIFESTO DE PAI RIVAS SOBRE A MOBILIZAÇÃO POPULAR BRASILEIRA

Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 367

2 comentários:

  1. Apesar de um pouco atrasado em ver o vídeo de nosso mestre, assisti demoradamente ao mesmo e lembrei-me de post anteriores quando o mestre falava sobre manipulação das massas. Interessante notar que em sua fala nestes vídeos e textos anteriores, parecia que o mestre antevia os acontecimentos atuais e alertava para a situação vigente.
    Hoje podemos ver que o processo evoluiu, chegando a estas manifestações, como se a consciência da grande maioria despertasse para a realidade e de forma democrática reagisse em um turbilhão de vozes plurais.
    As religiões afro brasileiras não compartilham com os desmandos das minorias de vândalos que temos a oportunidade em ver pela mídia impressa e televisiva, estes são na verdade aproveitadores políticos e ladrões que se fazem pela ocasião, seja para ganho próprio ou tentar manter políticos ranços em seus postos.
    Com certeza não precisamos mais passar pela infâmia de uma ditadura, de golpes de pseudos ditadores ou de um neoliberalismo escravocrata, onde submetem a maioria a canga opressora de regimes ultrapassados ou a processos econômicos financeiros favorecedores de poucos em detrimento da grande massa.
    Estamos caminhando para novos tempos, basta serenar e ver as mudanças que estão acontecendo, antes diziam que o brasileiro era um povo passivo e não tomava as rédeas de seu destino em suas mãos, hoje vemos que isso não é mais verdade, a população exige direitos e é com certeza cônscia de seus deveres, todos queremos um país melhor, digno, honesto na gestão de suas riquezas naturais e de seus impostos, é só assim que construiremos no presente, um melhor futuro.
    O homem brasileiro não é somente um forte, é também possuidor de uma nova consciência planetária...

    Ygbere - Olavo Solera
    Discípulo de mestre Arhapiagha

    ResponderExcluir
  2. Salve Pai Rivas,
    Estive olhando seu blog, e me encantei em saber que existe uma faculdade de teologia Umbandista. Aqui no Sul (RS) não conheço nenhuma faculdade, onde eu poderia estudar a religiões afros. Estou iniciando na religião (Nação Cabinda) que aqui no sul é uma das raízes da religião afro. Passo horas estudando pela internet. Estou iniciando em um terreiro aqui de Canoas/RS e também já olhei quase todos os seus vídeos e espero que um dia eu possa conhece-lo pessoalmente assim como seu templo. Quanto mais estudo mais fascinado fico. Espero poder trabalhar em pró das pessoas usando a minha mediunidade e também em pró de mim mesmo crescendo como pessoa e espiritualmente. Parabéns pelas suas palavras, que sempre bem dissertadas esclarecem e confortam as pessoas. Axé

    Clóvis Amaral

    ResponderExcluir