quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Religiões afro-brasileiras - na diversidade encontramos nossa identidade




Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá
Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 215

2 comentários:

  1. O consumo desenfreado sem sentido, é o resultado
    muitas vezes de um estado mentoemocional e espiritual desenquilibrado, e qual o melhor remédio, é exercitar o convivio socioespiritual, conhecer o mundo alem dos meus murros, não criar fronteiras, me conhecer melhor através do outro viver os conflitos e perceber que eles tambem são conflitos dos meus irmãos, ser feliz e ver que a minha felicidade a eles tambem pertence. Conviver e conviver intensamente, só assim elos de amizade se tornam inquebrantaveis.

    Axé Babami

    Yamatiara

    ResponderExcluir
  2. Axé Baba mi

    A falta de espiritualidade causa nas pessoas um vazio, vemos isto claramente no "Natal" onde o aspecto religioso da comemoração foi trocado pelo aspecto material. O consumo desenfreado é a cada ano mais estimulado, causando doenças e mais doenças sociais naqueles menos favorecidos.

    A mudança deste paradigma só sera possivel com o fim do convencionalismo.

    Axé Baba mi

    Rodrigo Bueno

    ResponderExcluir