quinta-feira, 4 de agosto de 2011

A Tradição Oral das Religiões Afro-brasileiras na Encantaria dos Mestres

A Teologia das religiões afro-brasileiras possui duas vertentes: o saber religioso se conectando com o saber acadêmico e científico. A outra vertente é a das crenças, ritos e fé que faz a interface com a Religião.

Nesta publicação disponibiliza-se o vídeo “Religiões afro-brasileiras - Encantaria de Mestre Canindé”, que apresenta a ritualística da Encantaria. Demonstra a importância da Tradição Oral, marcada pelo enredo (mito ritualizado) e pelas impostações das falas de vários Encantados acostados, durante o ciclo de significados e ressignificações ritual.

Pensando na Tradição Oral, principalmente manifestada na fé e em rituais, disponibiliza-se a mesa dos Encantados, o qual apresenta as várias fases, desenvolvidas em falas, cânticos, danças, fumigações com seus vários significados apresentados. Espera-se que a visualização do vídeo confirme e esclareça o texto introdutório. Salve, Salve! Axé!





Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá

Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico

Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”

Publicação 170

3 comentários:

  1. Benção Mestre!
    Impossível não se encantar com tanta felicidade!
    Este vídeo mostra que as religiões afro-brasileiras possuem um método todo específico, todo peculiar de ser para curar as doenças não só do corpo mas da alma de toda uma coletividade que durante muito tempo, viveu e ainda vive debaixo de muita tempestade.
    Somos bem aventurados por recebermos as luzes destas entidades misericordiosas em nossas vidas.Luz de cura, de felicidade, de abundância em todos os âmbitos.
    Salve, salve todos os Mestres, Mestras, Reis, Rainhas, Príncipes, Princesas e todo povo Gentil.
    Salve salve Mestre Canindé e todo seu reinado.
    Axé Babá mi,
    YARANACY.
    (Fernanda Roberti Aterje)

    ResponderExcluir
  2. Olá amigos do Blog!
    Vídeo histórico, antológico! Além de ser um rito maravilhoso, foi potencializado por uma prédica do Pai Rivas... Que não é pouca coisa não. É escancarar o poder das Religiões Afro-brasileiras para desconstruir as desigualdades sociais e espirituais.
    Esta é uma das funções da teologia, como propugna a FTU: decodificar e traduzir o saber religioso para o saber científico. Sendo no caso específico, a discussão sociológica, antropológica do tema sob a ótica espiritualizada.
    O que será quem vem pela frente?
    Yabauara

    ResponderExcluir
  3. Momentos preciosos e unicos, bebemos jurema, respiramos com os nossos mestres manifestados, "respondemos a roda" que é o canto responsarial onde um pergunta atraves das louvarias e toda a coletividade responde, não existe nada mais includente, salve salve todos os mestres, que fazem todos se tornarem um.

    ResponderExcluir