segunda-feira, 23 de maio de 2011

Culto aos Encantados nas Religiões Afro-brasileiras


RESUMO

As religiões afro-brasileiras ou afro-americanas (universais?!!) são marcadas pela Tradição Oral e por riquíssima semiologia, que denota a preocupação com a melhor adaptação possível do homem ao ambiente sobrenatural.

Devida a essa preocupação é que surgiram e se ressignificam continuamente as várias religiões afro-brasileiras, fortalecendo a identidade do grupo e, principalmente, do indivíduo que começa a ter um estilo de vida livre de preconceitos e pressupostos e proporciona autoconfiança (na medida certa) que enobrece e fortalece a personalidade.

Foi com esse escopo que realizamos mais um “Toque da Jurema”, “de Encantados”, tal como são denominados os espíritos que representam os Orixás no Candomblé de Caboclo, e nos apressamos em disponibilizar o vídeo do ritual aos amigos de nosso blog, que são, no mínimo, simpatizantes das religiões afro-brasileiras.

ABSTRACT

The african-brazilian religions or african-american (universal?!) are marked by a rich oral tradition and semiology, which shows the concern for the best possible adaptation of man to supernatural environment.

Due to this concern, appeared and are continually reframe the various african-brazilian religions, strengthening group identity and, especially, the individual who begins to have a lifestyle free of prejudices and assumptions and provides self-confidence (at the right measure) that ennobles and strengthens the personality.

It was with this scope that we did another "Touch of Jurema", "from the Enchanted”, " as are called the spirits that represent the Orishas in Candomble de Caboclo, and we rushed to provide the video of the ritual to our friends from the blog, which are at least sympathetic to african-brazilian religions



CULTO AOS ENCANTADOS NAS RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS

As religiões afro-brasileiras ou afro-americanas (universais?!!) são marcadas pela Tradição Oral e por riquíssima semiologia, que denota a preocupação com a melhor adaptação possível do homem ao ambiente sobrenatural.

Devida a essa preocupação é que surgiram e se ressignificam continuamente as várias religiões afro-brasileiras, fortalecendo a identidade do grupo e, principalmente, do indivíduo que começa a ter um estilo de vida livre de preconceitos e pressupostos e proporciona autoconfiança (na medida certa) que enobrece e fortalece a personalidade.

Foi com esse escopo que realizamos mais um “Toque da Jurema”, “de Encantados”, tal como são denominados os espíritos que representam os Orixás no Candomblé de Caboclo, e nos apressamos em disponibilizar o vídeo do ritual aos amigos de nosso blog, que são, no mínimo, simpatizantes das religiões afro-brasileiras.

Apesar de todo empenho de “várias nações do Santo”, os Encantados e suas encantarias são deveras preconceituados pela nossa sociedade e mesmo por muitos adeptos de Umbanda com vínculos com as “elites dominantes”.

A eles queremos ressaltar o que afirmava o filósofo e alemão Nietzsche em sua Genealogia do Moral, isto é, o estudo da origem e da história dos valores morais.

A conclusão de Nietzsche foi de que não existem as noções absolutas de bem e de mal (maniqueísmo). Os homens são os que criam os valores morais, sobretudo determinados grupos em várias religiões.

Para o filósofo, grande parte das pessoas adotam uma “moral de rebanho”, baseada na submissão irrefletida aos valores dominantes de uma sociedade preconceituosa e burguesa (Cotrin).

Depois destas considerações sem mais delongas, remetemos os leitores-amigos ao vídeo disponibilizado que retrata o poder e a magia de quebra de paradigmas e preconceitos vários por intermédio dos Encantados. Axé!

PS. Nossos agradecimentos a todos os Pais e Mães Espirituais que nos honraram com sua valorosa presença, e pelo axé que gentilmente nos entregaram. Axé!




Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá

Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico

Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”

Publicação 148

Nenhum comentário:

Postar um comentário