quinta-feira, 24 de março de 2011

No Ojubó do Orixá


O “Centro de Cultura Viva das Tradições Afro-Brasileiras” é o local privilegiado para demonstrar o encontro de várias culturas religiosas, manifestas em outros tantos ritos de fundamento.

É a Tradição do Orixá, influenciado pelo Caboclo, Mestres Encantados e de outras entidades sobrenaturais do panteão afro-brasileiro. São cultuados com a devoção, rigor no fundamento e competência, por muitos de nossos filhos espirituais.

No vídeo disponibilizado veremos como alguns filhos de terreiro, por intermédio de dedicação, competência e absorção do conhecimento, e principalmente, a vivência de “nosso axé”, ritualizam e louvam o Orixá, no ojubó (local de adoração e louvação).

Aproveitou-se do feliz ensejo para realizar um Xirê adaptado. Sim, alguns Orixás ou Eboras (aborós) são invocados e se apresentam por intermédio do 3º elemento, o som dos ilus e de suas cantigas (korin) ou orikis.

Esperamos estar contribuindo com as Tradições Afro-Brasileiras, fazendo grassar seus fundamentos, levando a todos o axé/iwá/abá de todos os Orixás. Ibaxé!

P.S. O vídeo que segue o texto tem o mesmo nome – “No ojubó do Orixá”.





Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá

Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico

Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”

Publicação 131

Nenhum comentário:

Postar um comentário