quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

A Sociedade na visão de Umbanda na Escola de Síntese

Para a Umbanda a Sociedade ideal é uma sociedade baseada no cooperativismo, interessada no bem comum e na evolução espiritual de todos. Seus valores são universalistas e não separatistas, isso significa a extinção das discriminações e mesmo das barreiras geopolíticas e de linguagem.

Além disso, a escala de valores da sociedade preconizada pela Umbanda baseia-se no fato de que somos espíritos eternos imersos na matéria transitória. Portanto, nosso maior interesse não deve estar calcado nos bens impermanentes, perecíveis, mas na conquista de atributos superiores de personalidade que nos sintonizem cada vez mais com os Planos da Aruanda.

Para a concretização dessa nova era de paz e evolução para o nosso planeta é preciso uma mudança na visão que se tem do poder político e dos governos. Os líderes dessa nova sociedade deverão ser aqueles que se destacarão pela Sabedoria, pelo Amor, pela Capacidade de auxiliar a todos na jornada evolutiva. Serão aclamados por serem os mais capazes de acelerar a evolução planetária, por não estarem presos a desejos egoísticos e por conhecerem as formas da libertação, tendo maior experiência kármica. Ou seja, pessoas compromissadas com o bem coletivo acima do individual e dispostas a se doar inteiramente a essa tarefa.

O desenvolvimento necessita ser plenamente sustentado, sem agressão à natureza, com modificações na economia, no comércio e até mesmo na forma de alimentação. É possível uma relação de equilíbrio entre o uso que fazemos dos recursos naturais e a capacidade de renovação do planeta desde que vivamos de forma racional, sem pensar apenas na satisfação dos desejos dos sentidos.

Isso significa uma relação mais harmônica do Homem com a Natureza e o Cosmos, reconhecendo seu caráter sagrado e, ao mesmo tempo, conhecendo o funcionamento da energia em seus aspectos mais sutis, sabendo como agregar sobre si mesmo o necessário para sua manutenção física.

Como corolário do esforço para o surgimento de uma nova sociedade, teremos o homem vivendo com toda a plenitude que a existência possa permitir, seremos todos cidadãos planetários; não apenas com uma melhor distribuição das riquezas, mas também com uma nova visão sobre o que seja a própria riqueza em si.



Encerrando, gostaríamos de divulgar a 4ª capa do livro Umbanda - A Proto-síntese Cósmica publicada pela Editora Pensamento:





Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá

Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico

Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”

Publicação 116

Nenhum comentário:

Postar um comentário