quinta-feira, 3 de junho de 2010

Axé - O poder volitivo do Orixá manifesto

RESUMO
Orixá é o ser estruturante do universo; seu poder volitivo se manifestou na cosmogênese, na planetogênese, ou seja, na própria natureza física e biológica, não podendo por isso ser força viva da natureza, mas sim, Senhor dela. Esse poder volitivo permeia todo o universo, é a energia vital mantenedora da forma e função do universo, de todos os seres, de seu destino, inclusive do homem, manifesto em várias dimensões. Essa força-princípio é o que denominamos axé. O mesmo se apresenta nos reinos mineral, vegetal e animal, que o absorvem, armazenam e dispensam.

Como princípio e força, o axé se multiplica, se potencializa, mas também se esvai, precisando ser renovado por intermédio de conduta ritualística adequada. Para as religiões afro-brasileiras além dos aspectos mineral e animal do axé, dá-se ênfase ao axé armazenado nos vegetais, nas folhas rituais e medicinais, cujo patrono é o Orixá Ossaim. Um dos versos do sassanhe (rito de fundamento de despertar o poder das ervas) diz que: toda erva tem o poder de curar.

Os Olossaim (Sacerdote de Ossaim) em verdade estão equilibrando e harmonizando a assimetria que é a base fundamental do universo, gradiente vital, sem a qual estaria impossibilitada, paralisada a forma e a vida planetárias edificadas nos feixes eletromagnéticos.

Palavras-chave: Axé, Ervas, Orixá, Religiões Afro-brasileiras, Sasanhe

ABSTRACT
Orixá is the universe’s structuring being. His volitional power have been manifested in the cosmogenesis, in the planet’s genesis, ie in the physical and biological nature, and can not therefore be a living force of nature, but rather, its Lord. This volitional power permeates the entire universe, it is the vital energy that maintains the form and function of the universe, all beings, to their destination, including man, manifest in many dimensions. This force is the principle we call axé. We can find it in the mineral, vegetable and animal realms, that absorb, store and dispense it.

As a principle and a power, the axé is multiplied, strengths itself, but also vanishes, needing to be renewed through proper ritual conduct. For african-Brazilian religions beyond the aspects of mineral and animal axé, emphasis is given to the axé stored in vegetables and medicinal and ritualistic leaves, whose patron is the Orixá Ossaim. One of the verses of sassanhe (a fundamental rite of awakening the power of herbs) says: Every herb has the power to heal.

The Olossaim (Priest Ossaim) in fact are balancing and harmonizing the asymmetry that is the fundamental basis of the universe, vital gradient, without which it would be impossible, paralyzed the planetary life and form built in the electromagnetic beams.

Tags: Axé, Herbs, Orixá, Afro-Brazilian Religions, Sasanhe




Axé - O poder volitivo do Orixá manifesto



Depois de publicarmos mais de quarenta textos, alguns ilustrados com fotos ou vídeos, queremos agradecer aos leitores pela tolerância com os nossos pressupostos, principalmente o de que a Espiritualidade é inerente a todo ser humano vivente no seu interior, independente de ser ou não religioso. Também escrevemos que a Espiritualidade poderia ser acessada interpenetrando o inconsciente profundo (arqui-inconsciente).

Na expectativa de neutralizar as possíveis dúvidas sobre a aproximação do saber científico com saber popular tradicional, mote principal de nossas publicações, remetemos os amigos seguidores ou simples leitores do blog ao Tratado de Psiquiatria – Kaplan – Sadock – Artmed – 9 º edição, 2007 que afirma na pag. 222: “Um novo tipo de psiquiatria, denominada psiquiatria integrativa incorpora, de forma seletiva elementos da medicina complementar em seus métodos de prática. Enfatiza o tratamento mais do que o diagnóstico e vê o paciente sob o prisma de totalidade, levando em consideração não apenas questões e interações mente-corpo, mas também valores espirituais”.

Desde o início da década de 80 do século passado temos escrito sobre a unidade biopsicossocial e mais, a profunda interdependência entre os fatores naturais, sociais e sobrenaturais, confirmados na obra supracitada. Outros fundamentos das religiões afro-brasileiras também desenvolvemos em nossas obras escritas, na literatura (oito obras), em periódicos e matutinos paulistas.

O fundamento que damos ênfase é de que o Orixá é o ser estruturante do universo; seu poder volitivo se manifestou na cosmogênese, na planetogênese, ou seja, na própria natureza física e biológica, não podendo por isso ser força viva da natureza, mas sim, Senhor dela. Esse poder volitivo permeia todo o universo, é a energia vital mantenedora da forma e função do universo, de todos os seres, de seu destino, inclusive do homem, manifesto em várias dimensões. Essa força-princípio é o que denominamos axé. O mesmo se apresenta nos reinos mineral, vegetal e animal, que o absorvem, armazenam e dispensam.

Como princípio e força, o axé se multiplica, se potencializa, mas também se esvai, precisando ser renovado por intermédio de conduta ritualística adequada. Para as religiões afro-brasileiras além dos aspectos mineral e animal do axé, dá-se ênfase ao axé armazenado nos vegetais, nas folhas rituais e medicinais, cujo patrono é o Orixá Ossaim. Um dos versos do sassanhe (rito de fundamento de despertar o poder das ervas) diz que: toda erva tem o poder de curar. Os Olossaim (Sacerdote de Ossaim) em verdade estão equilibrando e harmonizando a assimetria que é a base fundamental do universo, gradiente vital, sem a qual estaria impossibilitada, paralisada a forma e a vida planetárias edificadas nos feixes eletromagnéticos.

Encerrando, disponibilizamos um vídeo que introduz sobre o axé, ervas e destino, isto é Exu, Ossaim e Orunmilá-Ifá. Nas futuras publicações discorreremos sobre as ervas nos aspectos rituais e medicinais iniciados no vídeo ora disponibilizado. Axé!




Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá

Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”
Publicação 42

Um comentário: