quinta-feira, 22 de abril de 2010

Tratamento das Fobias

TRATAMENTO DAS FOBIAS

Dispensaremos de forma sumarizada a terapia das fobias, e no final do texto disponibilizaremos vídeo que demonstra na prática das religiões afro-brasileiras o transe como terapia das várias enfermidades, e mais, demonstra que o mesmo não fragmenta a mente do indivíduo que sofre sua ação, ao contrário areja, dinamiza e fortalece a personalidade, a identidade.

TRATAMENTO PSICOTERÁPICO

  1. 1.Tratamento comportamental

a. Dessensibilização sistemática (Joseph Wolpe) em escala progressiva.

b. Exposição intensiva ao estímulo fóbico, por meio da imaginação ou dessensibilização.

c. Inundação ou implosão in vivo

O paciente tem de experimentar uma ansiedade semelhante pela exposição ao estímulo fóbico real.

  1. 2.Psicoterapia orientada para o insight

Procurar a situação que desencadeia a fobia e experimentar a ansiedade e o insight resultantes. Capacita o paciente a compreender a origem da fobia; incentiva a procura de forma sadia de lidar com os estímulos deflagradores de ansiedade.

  1. 3.Combinação da psicofarmacologia e psicoterapia.

Após citar as principais psicoterapias, à farmacologia associamos medicamentos quando as fobias estão associadas a ataques de pânico (vide publicação 28)

  1. 4.Vivência terapia breve

Assim como as demais formas de terapia, temos na vivência-terapia breve a CURA UNIVERSAL, que remete à saúde “mental”, física e social, pois promove um retorno a homeostasia (equilíbrio, estabilidade e harmonia). A CURA UNIVERSAL é o mote principal de nossas descobertas, pressupostos e métodos práticos, pois têmo-la como o retorno à origem, ao divino, ao sagrado, à tão desejada Espiritualidade a qual é inerente a todo ser humano, vivente no seu interior, no inconsciente primevo (arque-inconsciente), independente do indivíduo ser religioso.

TRATAMENTO PRECONIZADO PELAS RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS

Promover o retorno da harmonia entre o Indivíduo, Ori e Orixá – disponibilizador máximo de Axé:

- mantenedores do Axé – (proporcionando harmonia e equilíbrio entre a vida espiritual, orgânica e social)

1. Banhos de ervas:

descarrego

purificação

propiciatório

ervas + acassá (depois de despachado o ebó)

2. Outros procedimentos:

sacudimento

ebó (vários tipos)

abô (se o indivíduo for iniciado ou está na iniciação)

chás

decocções

"fumaçadas na pajelança ou jurema (fumo misturado com ervas curativas específicas, segundo fundamento próprio)

3. Bori – Quanto a este rito de fundamento seremos reticentes. Só afirmamos que “dar de comer à cabeça” ou “louvar a cabeça” é fundamental na ligação harmoniosa entre Indivíduo/Ori/Orixá (necessário louvar e oferendar ao Ipori)

Bará – Preceituar o destino, fortalecendo o bara-ayê (no corpo do indivíduo) e o bará-orun (no pote de barro – continente) com os conteúdos fundamentais e característicos à pessoa.

4. Ritos de bênçãos e bons auspícios curativos (corpo e espírito). Não podem faltar oferendas, principalmente o acassá.

5. Oráculo terapia

O oráculo faz a pessoa retificar o destino. Depois de consultar Orumilá-Ifá é necessário dar ebó (o jogo diz qual será), otimizando o “destino” (aberto, pois o indivíduo é quem decide, inclusive se deseja ou não fazer o ebó).

6. Diálogo como terapia

Nas religiões afro-brasileiras temos as consultas com os ancestrais ilustres (transe mediúnico), onde dia após dia os consulentes são orientados e na medida do possível tem seus problemas espirituais, mentais, físicos e sociais amenizados ou resolvidos. Busca incessantemente neutralizar toda e qualquer forma de miséria ou sofrimento. É uma terapia do diálogo que veicula o som, mas principalmente o “princípio-massa genitora” – ofurufú- o sopro divino – o ar renovador

7. Transe como terapia ou elixir da mente - disponível no vídeo constante nesta publicação.



Caso não consiga assistir o vídeo, clique aqui


Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá

Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico

Ifatosh'ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar”

Publicação 30

2 comentários:

  1. Aranauam Pai Rivas!!!
    Gostaria de saber sobre o tratamento de NEURASTENIA, pois sou tenho essa doença e quero saber se tem cura, como li sobre os varios transtornos psicologicos que o senhor postou, gostariade saber sobre esse tbem.
    Abraços!
    Fabiani Pires

    ResponderExcluir
  2. Fico grato pela sincronicidade deste ensinamento.
    Estava com um conflito interno sobre as diversas manifestações e sinto paz ao compreender um pouco mais sobre o processo.
    Com gratidão,
    Arthur

    ResponderExcluir