sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

A espiritualidade não é somente religião - Introdução

Resumo
A Espiritualidade sob a ótica da Tradição de Síntese transcende a religião. Desta forma, a Unidade dos diversos saberes e fazeres remete à Convivência Pacífica, à Paz Mundial.
Palavras-chave: Tradição, Religião, Espiritualidade, Ciência, Metafísica, Convivência Pacífica

Abstract
The spirituality under the Synthesis Tradition optics exceeds the religion. In such way, the Unit of several wisdoms and practices refers to a Peaceful Coexistence, to the World-wide Peace.
Key Word: Tradition, Religion, Spirituality, Science, Metaphysics, Pacifical Conveniency


A espiritualidade não é somente religião
Introdução


A constante da Tradição de Síntese, preconizada pelas religiões afro-brasileiras, é a contínua mudança.

Esta preposição está em consonância com a Ciência que se caracteriza pela impossibilidade de uma visão única, completa e acabada a respeito dos fenômenos que estuda: Ela é provisória por definição e aí reside exatamente sua força, que consiste em sempre ser superada por novos avanços.

O mesmo, como vimos, acontece na Umbanda sempre aberta a novos conceitos, a transcender-se. A realidade para a Umbanda pelo menos neste mundo finito regido por feixes eletromagnéticos é uma marcha dialética.

Embora não dispense a luz dos conceitos ontológicos ou metafísicos, não os tem como únicos e exclusivos. Não se veja nisto ambigüidade, mas sim, Síntese onde tese e antítese são essenciais na construção da realidade.

Aproveitamos o ensejo para reafirmar, o que fazemos há décadas: a Unidade entre Ciência e Religião é fundamental na construção do novo homem que remete à Convivência Pacífica, à Convergência e a Paz Mundial.

Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Saravá


Rivas Neto (Arhapiagha) – Sacerdote Médico
Ifatosh’ogun "O sacerdote de Ifá que tem o poder de curar"

Publicação 02

Um comentário: